Quase 30 mil famílias podem perder o Bolsa Família no Piauí

30 mil famílias têm até o próximo domingo (10) para atualizar cadastro. (Foto: Divulgação)
30 mil famílias têm até o próximo domingo (10) para atualizar cadastro. (Foto: Divulgação)

Cerca de 30 mil famílias de Teresina podem ter seu cadastro do Bolsa Família bloqueado ou cancelado caso não realizem a atualização de dados referentes à saúde. São informações sobre acompanhamentos de saúde, como o cartão de vacinação, serviços de pré-natal e saúde do bebê, compromisso que os beneficiários assumem para receber o benefício.

300x250-3

O prazo para atualilizar os dados se estende até o dia 10 de dezembro. De acordo com o último levantamento divulgado pela Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (SEMCASPI), 29.916 famílias ainda não fizeram a atualização. Apenas um quarto das famílias que tinham cadastros irregulares, cerca de 10 mil, atualizaram seus dados.

Para fazer a atualização é necessário que as famílias procurem o Agente Comunitário de Saúde ou UBS de sua região. Devem comparecer as crianças menores de sete anos, as mulheres de 14 a 44 anos e também as gestantes ou nutrizes. Os beneficiários devem levar o cartão do Bolsa Família, a Caderneta de Vacinação das crianças e, caso haja, das gestantes.

“É importante que as famílias compareçam com urgência às Unidades Básicas de Saúde (UBS). Elas receberão o cartão de acompanhamento do Programa Bolsa Família, que é um registro e respaldo, dentro do projeto, de que estão fazendo o acompanhamento”, aponta Luiza de Marilac, gerente de Renda Mínima e Benefícios da Semcaspi.

Outras condicionalidades
Além da saúde, também devem ser atendidas condicionalidades de assistência social e educação. Na primeira, observa-se a frequência nos Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV). E na educação, acompanha-se o desempenho nas atividades escolares e a frequência escolar por parte das crianças e dos adolescentes.

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA